Só um minutinho!

Thayssa Maluff
A vida têm sido uma viagem atrás da outra. Escolhi isso de um tempo para cá: desorganizar a vida para que eu pudesse caber nela. E o tempo virou um tabuleiro de xadrez, numa disputa eterna para ver quem ganha.
Compro minhas passagens aéreas em cima da hora. É instigante achar uma tarifa bem abaixo ou merecer um brinde de bilhete premiado e viajar de graça. Não sei de onde nasce, só sei que existe uma guerra silenciosa comigo mesma que impede de ver isso com antecedência. Uma resistência que me lasca e custa caro.
Na quarta passada comprei uma para viajar no sábado. A tarifa nas alturas, caro mesmo. Vou tentar com milhas! Tão fácil que fiquei rindo sozinha. Ganhei a batalha hoje. Vou viajar por 24 reais!! E 18.000 pontos. Simples assim. 07 minutos de emissão e pronto. Viu? Para que comprar antes e  ficar perdendo tempo?  Batalha vencida.
A companhia processou tudo certinho: pagamento e reserva. Só faltava o bilhete que chegaria por email.  Nunca chegou.
E agora para resolver?  Duas horas, vinte e sete minutos e vinte e dois segundos numa ligação, ouvindo uma mulher dizer: um minutinho. Vou falar com o suporte!
– Senhora infelizmente sua reserva foi cancelada, seu vôo cancelado e não há nada que podemos fazer!
O quê? Eu aqui esse tempo todo?  Senti uma humilhação medieval. Uma vergonha velha. Cai no choro! Quase berro mesmo.  Um choro lavado, pós seca. Um aguaceiro tão forte que a atendente ficou muda no minuto dela.
– Calma, senhora. Não chore, por favor. Vou resolver se a senhora parar.
Então, parei. Pensa na sem graceira que fiquei. Já chorou até conseguir o que quer? É um hiato quando consegue. Uma sensação estranha. Só falei “ok” e engoli o choro.
Depois disso, para não acontecer mais, coloquei num pedaço de papel, uma lista de regras na porta da geladeira:
1) comprar passagem com antecedência pode poupar duas horas e meia, tempo que dá para ver um filme, dá para chegar em Bonito de carro ouvindo música ou dá para dormir e acordar com chá de hibisco;
2) agenda e planejamento não engole sonhos criativos;
3) A resistência e paciência te levem a caminhos incríveis!
Acho mais garantido imprimir ímãs. Vai que voa.
Linda Raquel Benitez escreve a coluna Vida Linda para o Blink News. Ela conta o que aprende com tudo o que vê e vive; relata impressões e ideias da vida e do dia a dia. Empresária, produtora cultural e design de eventos, Linda é campo-grandense e vive, atualmente, em Búzios (RJ). É casada, tem dois vira-latas e estuda filosofia. Foto: Milena Rodrigues
Tagged:

5 Comments

  1. Cristina Castilho

    às sextas tem Linda, que delícia!! amo seus textos e só venho aqui na Blink por sua causa, acho que deviam aumentar seu salário.. 😛

  2. Célia Regina Rodrigues do Canto

    Linda sendo linda! Amo seus textos.

  3. Gyselle Tannous

    Linda querida, adoro seus escritos e tudo o mais!!

  4. Sandra

    Como não comentar??!! Adoro os textos venho aqui pa
    ra ler seus textos..Aliás já estava sentindo falta!!!

  5. KIMIKO KIAN

    Linda seus textos são maravilhosos!!

Deixe uma resposta para Cristina Castilho Cancelar resposta